Thumbnail

Saúde faz nebulização de veneno contra dengue em Gastão Vidigal

A Secretaria de Saúde de Gastão Vidigal realizou a segunda etapa de ações para eliminar o mosquito Aedes Aegytpi, transmissor da dengue. Veículos da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias, órgão da Secretaria de Estado da Saúde) Fizeram a nebulização, também conhecida como "fumacê". O Veículo percorreu todas as ruas do município realizando a nebulização.

INFORMAÇÂO

O Aedes Aegypti, entretanto, não nasce com o vírus, mas o contrai ao picar hospedeiros do Flavivirona. O mosquito só se torna transmissor 12 dias após sugar o sangue de um paciente infectado.

A nebulização é a borrifação do veneno que combate o Aedes Aegypti. Ela elimina a possibilidade de que o vetor (hospedeiro intermediário) do vírus pique uma pessoa infectada em outras localidades e transmita para outra saudável no município, evitando o contágio e uma possível epidemia.

Prevenção

Segundo o Secretário de Saúde Sandro Rodrigues, o maior problema encontrado em Gastão Vidigal ainda é o descuido quanto aos focos de procriação do Aedes Aegypti. De acordo com ele, a Vigilância Epidemiológica faz vistorias em todos os domicílios da cidade e campanhas de conscientização dos moradores. Ele explica que os pratos devem ser preenchidos com areia até a borda do recipiente para evitar que ela fique decantada no fundo e a água permaneça no topo. Sandro também alerta que chuvas e o calor, sem a eliminação de água parada, propiciam o criame da larva. Ele orienta que os moradores, além da areia, perfurem os pratos e vasos de modo que não retenha água e, caso o vaso esteja no chão, que o prato seja eliminado. Sobre garrafas e latas vazias e pneus, o ideal é que sejam conservados em local protegido da água da chuva e, se possível, protegidos por um plástico.

Existem dois tipos de dengue, denominadas clássica e hemorrágica — esta, mais grave e que tem mais chances de levar o paciente à morte. Ela pode ser causada por quatro tipos de vírus. Na primeira infecção, normalmente o indivíduo desenvolve a doença clássica, mas, se voltar a se infectar, pode contrair a dengue hemorrágica.

A dengue demora sete dias para se manifestar. Os sintomas da doença são febre alta, mal-estar, falta de apetite, dores de cabeça e nos músculos e sangramento de gengivas e nariz. Ainda pode ocasionar manchas vermelhas na pele, dores nas costas e até hemorragias internas. A auto-medicação em suspeita de dengue é desaconselhada porque pode complicar o caso — remédios à base de ácido acetilsalicílico (AAS), como aspirinas, causam a dilatação de vasos sanguíneos e podem agravar hemorragias.

Vídeos

Contatos

  • Rua Vereador Gonçalves Ferreira, 582

    Gastão Vidigal - SP
  • Telefone:(17) 3848-1266
    camara@camaragastaovidigal.sp.gov.br